12 DE
ABRIL
2022

Ouro Preto, MG

DELTA-H-reduced-1.png

Reunião Científica sobre Evolução de Paisagens

O QUE É O DELTA H? 

O DELTA H é uma reunião científica  na área de Geomorfologia e Evolução de Paisagens. Foi criada para promover uma imersão na vanguarda da pesquisa científica em Evolução de Paisagens, juntando pesquisadoras e pesquisadores nacionais e internacionais em um único dia de palestras e discussões. 

 

Nasce, com o DELTA H, uma plataforma para (1) discutir a ciência das paisagens e os processos superficiais, (2) integrar as comunidades científicas em diferentes subdisciplinas, (3) promover a Geomorfologia como ciência holística e crucial para as geociências, (4) encurtar a distância entre a pesquisa internacional de ponta e a geomorfologia brasileira e, por último, (5) criar uma comunidade inclusiva e que contribua para debates amplos para o avanço coletivo.

O nome DELTA H tem uma definição no coração do tema desta reunião. DELTA vem da quarta letra do alfabeto grego e, na matemática, significa "mudança". H é a letra utilizada como a variável de topografia ou altitude em Geomorfologia. DELTA H define a mudança topográfica no tempo e suas taxas. Não a toa o DELTA H é um evento voltado para a variação topográfica não só no espaço, mas também na sua quarta dimensão, o tempo.

É um evento ideal para discentes da graduação, pós-graduação e pesquisadores.

Inspirada nas reuniões Gilbert Club (AGU) e Steepest Descent (EGU), o DELTA H é uma iniciativa independente e visa somar esforços ao avanço da Geomorfologia no Brasil.

shutterstock_1915098478_edited_edited.pn
 

PESQUISADORES CONVIDADOS

shutterstock_1915117060_edited.jpg
Victor-Sacek2.jpg

VICTOR SACEK

logo-delta-h-micro.png

Universidade de São Paulo (USP)

Sou geofísico formado pela USP, professor do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas da USP, pai de um menino e uma menina e, nas horas vagas, gosto de olhar para o céu com um telescópio e uma câmera. A astrofotografia é um hobby para buscar serenidade e um pouco de inspiração. Além de tocar piano, também cultivo e estudo o mundo das orquídeas, uma atividade que herdei do avô. Meus interesses de pesquisas são em geodinâmica do manto, reologia da litosfera e interação entre processos superficiais e tectônicos em margens continentais. Lidero o Grupo de Tectonofísica no IAG/USP, contribuindo no desenvolvimento e utilização de códigos numéricos com enfoque em Geodinâmica Computacional.

SEAN GALLEN

logo-delta-h-micro.png

Colorado State University

Sou Assistant Professor no Department of Geosciences da Colorado State University. Sou um Geocientista interessado em entender como paisagens evoluem em escalas de espaço e tempo variadas. Meus interesses de pesquisa estão na interseção entre processos geomorfológicos, atividade tectônica, eventos naturais extremos potenciais, geoquímica, geologia estrutural e geodinâmica. Meus projetos são multidisciplinares e integram estudos de campo detalhados, análise quantitativa de topografia digital, geocronologia, modelagem numérica e análises de dados e laboratoriais. Atualmente, trabalho em tópicos acerca do desenvolvimento topográfico sobre zonas de subducção, a influência de “eventos extremos” e a coevolução de paisagens e espécies aquáticas.

shutterstock_1915117060_edited.jpg
06011_00165.jpg
shutterstock_1915117060_edited.jpg
gasparini_0.jpg

NICOLE GASPARINI

logo-delta-h-micro.png

Tulane University

Sou Associate Professor do Department of Earth and Environmental Sciences na Tulane University.  Eu me interesso em como as paisagens chegaram ao que são e para onde vão. Em outras palavras: por que a superfície da Terra tem as suas formas e como elas mudam? Processos diferentes controlam como a paisagem muda ao longo do tempo. Se podemos expressar esses processos na forma de equações e quantificar como forças externas, como a chuva e os seres humanos, controlam esses processos, nós podemos começar a entender por que as paisagens são da forma como são e como podem estar mudando. Sou co-desenvolvedora do CHILD Landscape Evolution Model e do Landlab, duas ferramentas amplamente utilizadas para modelagem de processos superficiais. Meu grupo utiliza a observação de campo, simulação numérica da paisagem, dados de sensoriamento remoto e outros dados coletados por colaboradores e agências governamentais, para explorar questões que interligam hidrologia, tectônica e sedimentologia tendo a geomorfologia como tema central.  

 

JOVENS PESQUISADORES

shutterstock_1915117060_edited.jpg
Jessica.jpeg

JÉSSICA MIRANDA

logo-delta-h-micro.png

Universidade Federal do Paraná (UFPR)

Sou formada em Geologia pela Universidade Federal do Amazonas e sou mestre em Geologia Ambiental pela Universidade Federal do Paraná, Brasil. Atualmente, sou doutoranda no Programa de pós-Graduação em Geologia da Universidade Federal do Paraná e estou trabalhando com reativação de falhas no Cenozóico ao longo de zonas de cisalhamento e de falhas pré-existentes no Arco de Ponta Grossa. Meus principais interesses em pesquisa recaem sobre neotectônica e evolução da paisagem, mediante uma abordagem integrada, envolvendo estudos de campo, geomorfologia quantitativa, geologia estrutural e análises de dados e laboratoriais.

FERNANDA RODRIGUES

logo-delta-h-micro.png

Universidade de São Paulo (USP)

Fernanda é geóloga e mestre em Geociências pelo Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo (IGc-USP), quando desenvolveu pesquisas com ênfase na evolução de sistemas eólicos costeiros. Atualmente, sua pesquisa de doutorado (no IGc-USP) foca no uso de técnicas de luminescência para desvendar a evolução de substratos arenosos amazônicos e sua relação com a biodiversidade atual de ecossistemas de vegetação aberta. Principais temas de interesse são: técnicas de luminescência aplicadas a cronologia e proveniência de sedimentos; evolução da paisagem durante o Quaternário.

shutterstock_1915117060_edited.jpg
WhatsApp Image 2021-11-18 at 3.52.16 PM.jpeg
shutterstock_1915117060_edited.jpg
palestrante jr.JPG

DANIEL PEIFER

logo-delta-h-micro.png

Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Sou geógrafo pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e possuo PhD em Geographical and Earth Sciences pela University of Glasgow (UK). Atualmente sou pósdoc no Departamento de Geologia da UFMG. Meus interesses em pesquisa são nos processos superficiais e evolução de paisagem especialmente nas interconexões entre a dinâmica crustal, os processos erosivos modulados por condições climáticas e a erodibilidade das rochas, e feedbacks isostáticos-flexurais. Combina expertise em: i) extração de informações quantitativas a partir da aplicação de algoritmos sofisticados em modelos digitais de elevação; ii) derivação de idades e taxas de denudação usando abundâncias de nuclídeos cosmogênicos em rochas e sedimentos detríticos; e iii) aplicação de modelos numéricos para testar cenários de mudanças topográficas e prever a morfologia da superfície a partir de diferentes condições tectônicas e climáticas.

 
shutterstock_1915098478_edited.jpg
06011_00165.jpg

MINI CURSOS
 

13 de Abril 2022

Advanced Topographic Analysis with
Sean Gallen:

1 Day

gasparini_0.jpg

14 e 15 de Abril 2022

Numerical Modeling of Landscape Evolution with Nicole Gasparini:
1,5 Days

CONFIRA O CRONOGRAMA - 12/04/22

10:15

shutterstock_1915117060_edited.jpg
Victor-Sacek2.jpg

Victor
Sacek

11:25

shutterstock_1915117060_edited.jpg
WhatsApp Image 2021-11-18 at 3.52.16 PM.jpeg

Fernanda
Rodrigues

14:00

shutterstock_1915117060_edited.jpg
Jessica.jpeg

Jéssica
Miranda

14:40

shutterstock_1915117060_edited.jpg
06011_00165.jpg

Sean
Gallen

16:00

shutterstock_1915117060_edited.jpg
palestrante jr.JPG

Daniel
Peifer

16:45

shutterstock_1915117060_edited.jpg
gasparini_0.jpg

Nicole
Gasparini

9:00

shutterstock_1915117060_edited.jpg

Boas Vindas

INSCREVA-SE

Pré-inscrição até 20/02/22

Aplique até 08/12/21

 

Ficha técnica:

Coordenação geral: Pedro Val (UFOP)

Comissão de Organização: Marcilene dos Santos (UNESP), Fabiano Pupim (Unifesp), Daniel Peifer (UFMG), Nelson Fernandes (UFRJ) e Pedro Val

Idealizado por Pedro Val, Daniel Peifer e Nelson Fernandes